AFP
AFP

Claudine Auger, bond girl da franquia '007', morre aos 78 anos

Atriz dividiu a tela com Sean Connery no filme '007 Contra a Chantagem Atômica'

Redação, O Estado de S. Paulo

20 de dezembro de 2019 | 14h25

A atriz francesa Claudine Auger, mais conhecida por seu papel como bond girl no filme 007 Contra a Chantagem Atômica, morreu na quarta-feira, 18, aos 78 anos. Ela estava em um hospital em Paris e morreu após um longo período convalescendo, de acordo com a agência Tima Art.

Auger começou a carreira como modelo e foi vice-campeã do Miss Mundo em 1958, e sua carreira de atuação ganhou projeção global como a personagem Domino, em 1965, no filme do 007, estrelado também por Sean Connery. Ela foi a primeira bond girl francesa.

Depois de 007, Auger seguiu com uma carreira prolífica no cinema francês e italiano dos anos 1960 e 1970. Entre seus filmes mais conhecidos estão O Homem de Marrakesh (1966), Um Pouco de Sol na Água Fria (1971) e Confissões de um Tira (1975), todos de Jacques Deray.

"É com grande tristeza que soubemos que Claudine Auger, que interpretou Domino Dervial em 007 Contra a Chantagem Atômica (1965), morreu aos 78 anos. Nossos pensamentos estão com a sua família e amigos", escreveu a conta oficial de James Bond no Twitter.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Claudine AugerJames Bondcinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.