Cingapura veta O Código Da Vinci para menores de 16 anos

Menores de 16 anos de idade não poderão ver o filme norte-americano O Código da Vinci. Foi o que decidiu o Comitê de Censores de Filmes de Cingapura, informou hoje a imprensa local.O comitê avaliou que "só uma audiência madura será capaz de discernir e diferenciar entre fatos e ficção". A decisão foi tomada após consultas ao Painel Assessor de Filmes, que reúne vários setores da sociedade cingapuriana. "A adaptação cinematográfica enfatiza a importância da crença religiosa", acrescentou.As autoridades de Cingapura são muito cautelosas com temas religiosos. O cristianismo é a terceira maior religião do país, depois do budismo e do islamismo. O Código Da Vinci é baseado no best-seller do escritor norte-americano Dan Brown, alvo de muita polêmica por questionar dogmas da Igreja Católica. Membros das comunidades de católicos, protestantes e estudiosos das religiões afirmam que o livro é uma afronta à figura de Jesus Cristo e tem pouca ou nenhuma base histórica. O filme, estrelado por Tom Hanks e dirigido por Ron Howard, foi escolhido para abrir o 59.º Festival de Cinema de Cannes, no dia 17 de maio, dois dias antes de sua estréia mundial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.