Joel Ryan/Invision/AP, File
Joel Ryan/Invision/AP, File

Cinemas italianos protestam contra estreia simultânea de filmes da Netflix

Longas estarão no Festival de Cinema de Veneza, entre 29 de agosto e 8 de setembro

EFE

31 Julho 2018 | 10h22

ROMA — O próximo Festival de Cinema de Veneza incluirá seis filmes produzidos pela Netflix, e os gestores das salas de cinema da Itália criticaram a possibilidade de que elas tenham estreias simultâneas na tela grande e na internet depois do evento.

A plataforma de streaming decidiu não exibir no Festival de Cannes depois que os organizadores incluíram a obrigação de que os longas estreassem nas salas de cinema francesas antes de ficarem disponíveis.

Assim, seis produções da gigante do audiovisual deixaram a Croisette e atravessaram os Alpes para se projetarem no Festival de Veneza, que ocorre entre 29 de agosto e 8 de setembro.

O diretor do evento italiano, Alberto Barbera, disse na coletiva de imprensa de apresentação que, como em edições passadas, não há razão para excluir a Netflix do programa.

"Não vejo razões pelas quais se deva excluir da competição um filme de Alfonso Cuarón ou dos irmãos Coen só porque foram produzidas pela Netflix", defendeu.

Ele justificou que na França a lei é diferentes no que diz respeito às janelas, o sistema pelo qual uma produção não pode ser distribuida para consumo doméstico até que tenham se passado 36 meses da data do seu lançamento no cinema.

"Por sorte aqui não temos esses problemas", disse Barbera.

As declarações do diretor da Mostra suscitaram a reação das grandes associações de salas de cinemas do país. 

As entidades afirmaram em nota que "a modalidade de distribuição consensual até agora entre as partes da indústria permitiu o desenvolvimento integral de todo o setor".

E recriminaram que "ao contrário, as novidades introduzidas unilateralmente parecem orientadas a obter exclusivamente os lucros de curto prazo somente para uma parte, prejudicando o resto". As entidades devem se opor à proposta de ideia simultânea.

Entre os filmes da Netflix no Festival de Veneza, estão Roma, de Alfonso Cuáron, The Ballad of Buster Scruggs, dos irmãos Coen e 22 July, do britânico Paul Greengrass.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.