Film District/ Divulgação
Film District/ Divulgação

Cinemas do nordeste dos EUA perdem US$ 25 mi por causa de furacão

Estados da costa leste cancelaram exibições de filmes por causa do Irene, informou site norte-americano

estadão.com.br,

29 de agosto de 2011 | 13h05

SÃO PAULO - Os cinemas da costa leste dos Estados Unidos sofreram forte queda em bilheterias no último final de semana por causa do furacão Irene. Estima-se que US$ 25 milhões deixaram de ser arrecadados com o fechamento das salas de cinema após alertas do governo norte-americano, informou nesta segunda-feira da revista The Hollywood Reporter.

 

Centenas de cinemas ficaram fechados entre sábado e domingo, da Carolina do Norte até o estado de Boston, o que fez com que as bilheterias do final de semana somassem a segunda pior arrecadação do ano, perdendo somente para a final do Super Bowl, campeonato nacional de futebol americano. No total, os cinemas faturaram somente cerca de US$ 90 milhões. As estreias do fim de semana foram prejudicadas.  Don’t Be Afraid of the Dark, com Kate Holmes, faturou cerca de US$ 8 milhões e Colombiana, com Zoe Saldana, pouco mais de US$ 10 milhões. O primeiro lugar nas bilheterias, The Help, teve queda de 27% desde a última semana.

 

A cidade de Nova York, afetada pelo furacão, é a terceira do país em bilheterias. Fica atrás somente de Los Angeles, de onde saem a maioria dos filmes, e Washington, capital do país.

 

A Rentrak, empresa de pesquisas na área de entretenimento, acredita que pelo menos mil cinemas da costa leste dos EUA foram afetados pelo furacão. Mesmo aqueles que permaneceram abertos durante a passagem do Irene pelo país enfrentaram grande queda de público.

 

Espetáculos da Broadway e campeonatos esportivos também foram cancelados. Acredita-se que a situação se normalize a partir desta segunda-feira, 29.

 

O Irene deixou 19 mortos e mas de 4 milhões de pessoas sem eletricidade nos Estados Unidos e em regiões do Canadá. Os estados mais atingidos foram Virgínia e Carolina do Norte. Os sistemas de transporte público ficaram paralisados durante o final de semana. Estima-se que o prejuízo do furacão para o país possa chegar a US$ 7 bilhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.