Divulgação
Divulgação

Cinema transgressor da década de 80 é tema de mostra

Na programação, há filmes de Gus Van Sant, Almodovár, João Batista de Andrade entre outros

Estadão.com.br,

28 de fevereiro de 2011 | 17h48

O radicalismo do cinema da década de 80 é tema da mostra Radical 80 que o Centro Cultural São Paulo (CCSP), na zona sul de São Paulo, promove a partir desta terça-feira, 1º, até o dia 16. Radical 80 apresenta o contrafluxo de uma década em atenção ao cinema clássico.

Entre os dezessete filmes que compõe a mostra, destacam-se Sexo, mentiras e videotape (1989), de Steven Soderbergh, O homem que virou suco (1980), de João Batista de Andrade, Mala noche (1985) , de Gus Van Sant, e Pepi, Luci e Bom (1980), de Pedro Almodóvar. Todos os filmes terão legendas eletrônicas em português. Os ingressos custam R$ 1.  A programação pode ser conferida aqui.

Tudo o que sabemos sobre:
cinemadécada de 80

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.