"Cinema, Aspirinas e Urubus" vai tentar uma vaga no Oscar

Na edição de terça-feira do Estado, o Caderno 2 apontou "Cinema, Aspirinas e Urubus" como favorito da equipe de críticos do jornal como filme que deveria representar o Brasil na disputa por uma vaga no Oscar 2007. Na tarde desta quarta-feira, realizou-se em Brasília a reunião da comissão formada pela Secretaria do Audiovisual para escolher o filme que o País indica para pleitear uma vaga entre os cinco finalistas do prêmio da Academia de Hollywood, na categoria de melhor produção em língua estrangeira. O escolhido foi "Cinema, Aspirinas e Urubus".O longa dirigido por Marcelo Gomes venceu outros 13 filmes que também se inscreveram e ganhou por unanimidade, segundo o anúncio que o próprio Ministério da Cultura colocou em seu site. A comissão foi formada por Ilda Santiago, diretora do Festival do Rio; pela roteirista Carolina Kotscho, pelo produtor Moisés Augusto, pelo montador Ricardo Miranda e pelos cineastas Andrucha Waddington, Sandra Werneck e Jorge Bodanzky. Segundo o secretário Orlando Senna, do Audiovisual, ?além de qualidade artística e de ser um filme que mostra a nossa cara e a nossa voz, ´Cinema, Aspirinas e Urubus´ apresenta características próprias, de estilo, linguagem e temática, normalmente associadas aos vencedores do Oscar.? Carolina Kotscho foi direta: ?É um grande filme, independentemente de Oscar?.Marcelo Gomes ficou feliz da vida. Só ele sabe quanto penou (por sete anos!) para conseguir fazer este filme que reabre a vertente do Cinema Novo, contando uma história de amizade como um road movie, gênero caro ao cinema americano. ?Foi um filme tão sofrido que cada recompensa, cada indicação, cada elogio é sempre uma alegria imensa.? "Cinema, Aspirinas e Urubus" foi visto por 120 mil espectadores no País, mas permanece inédito em várias praças. Gomes espera que a corrida pelo Oscar dê visibilidade a seu filme e estimule mais gente a vê-lo.Os membros da comissão encaminharam um documento ao MinC sugerindo que, a partir deste ano, ?seja estabelecido um apoio estratégico e financeiro para a campanha de visibilidade junto aos membros da Academia de Hollywood?. "Cinema, Aspirinas e Urubus" foi distribuído nos EUA pela Global. Teve crítica elogiosa no "The New York Times", o que aumenta suas chances. A academia anuncia os finalistas em janeiro. O Oscar será distribuído no último domingo de fevereiro.Confira os filmes inscritos no MinC: Árido Movie, de Murilo Salles A Máquina, de João Falcão Anjos do Sol, de Rudi Lagemann Bens Confiscados, de Carlos Reichenbach Cinema, Aspirinas e Urubus, de Marcelo Gomes Cafundó, de Paulo Betti e Clovis Bueno Depois Daquele Baile, de Roberto Bontempo Doutores da Alegria, de Mara Mourão Estamira, de Marcos Prado Irma Vap - O Retorno, de Carla Camurati O Maior Amor do Mundo, de Carlos Diegues Tapete Vermelho, de Luiz Alberto Pereira Vida de Menina, de Helena Solberg Zuzu Angel, de Sergio Resende Matéria alterada às 19h30 para acréscimo de informações

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.