Cineasta Todd Solondz recebe prêmio inédito

O cineasta norte-americano Todd Solondz, cujos filmes examinam os relacionamentos familiares incomuns e às vezes agitados, será premiado no Festival Internacional de Cinema de Estocolmo com o prêmio Visionário, disseram hoje os organizadores. É a primeira vez que o festival entregará este prêmio. "Medo, ansiedade e depressão são as peças-chave para este visionário com um pé no melodrama de Douglas Sirk e o outro no drama de Ingmar Bergman e um par de óculos dos cantos mais escuros de Woody Allen", disseram os organizadores na declaração. Os filmes de Solondz incluem Bem-Vindo à Casa de Bonecas, de 1995; Felicidade, de 1998, e Histórias Proibidas, de 2001. O filme mais recente do cineasta, nativo de Nova Jersey, chama-se Palindromes (Palíndromos) e terá sua estréia no norte da Europa no 15.º Festival Internacional de Cinema de Estocolmo, que acontece de 18 a 28 de novembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.