Cineasta italiano faz documentário para Spielberg

O cineasta italiano Mimmo Calopresti filmou um documentário sobre o holocausto para Steven Spielberg e para a Shoah Visual History Foundation, fundada por este último diretor, baseando-se nas lembranças de nove italianos sobreviventes de campos de concentração. Volevo Solo Vivere (Queria apenas viver) é uma co-produção ítalo-suíço-norte-americana produzida por Gagé Produzioni, Wildside Media, Ventura Film, RAI (empresa de televisão e rádio estatal italiana) e TTSI (o canal suíço de televisão em língua italiana do Canton Ticino, na Lombardia). As lembranças dos sobreviventes vão desde a promulgação das leis raciais na Itália fascista de Benito Mussolini, até a chegada das tropas aliadas aos campos de concentração e a libertação da Itália. O filme teve sua pré-estréia no Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, em 27 de janeiro, e está à venda agora em DVD, antes de ser transmitido pela televisão na Itália. O cineasta Mimmo Calopresti escolheu nove depoimentos a partir de um total de 400, conservados no arquivo de Estado italiano. Steven Spielberg, renomado diretor norte-americano que já recebeu o Oscar de melhor filme por A Lista de Schindler (1993) e O Resgate do Soldado Ryan (1998), acaba de concorrer no Oscar, na mesma categoria, por seu filme Munique, que aborda o atentado contra atletas israelense nos Jogos Olímpicos de Munique, em 1972.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.