Jean-Pierre Muller/AFP
Jean-Pierre Muller/AFP

Cineasta francês Jean-Pierre Mocky morre aos 90 anos

Diretor francês trabalhou com grandes nomes, como Catherine Deneuve e Gérard Depardieu

Redação, afp

08 de agosto de 2019 | 14h54

O cineasta Jean-Pierre Mocky, um dos diretores mais irreverentes do cinema francês, morreu aos 90 anos, nesta quinta-feira, 8,  anunciou sua família à AFP.

"Jean-Pierre Mocky morreu em casa esta tarde, às 15h", informou seu genro, Jérôme Pierrat. A morte do cineasta foi confirmada por seu filho, o comediante e diretor Stanislas Nordey.

Diretor de mais de 60 filmes, entre eles Os libertinos e O ladrão de milagres, Mocky era considerado sempre à margem, um resmungão incorrigível e, acima de tudo, livre.

Em sua longa carreira, trabalhou com grandes nomes, de Bourvil a Catherine Deneuve, passando por Charles Aznavour e Gérard Depardieu.

Tudo o que sabemos sobre:
Jean-Pierre Mockycinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.