Cineasta brasileiro engrossa resistência a Berlusconi

O cineasta Nanni Moretti assumiuna Itália o papel de líder da resistência dos intelectuais aocontrole dos meios de comunicação pelo primeiro-ministro SilvioBerlusconi. Em represália à demissão do diretor da Mostra deVeneza, Alberto Bardera, e às medidas de corte de subvenção aosfilmes, que lembram as de Fernando Collor, Nanni Moretti decidiufazer uma série de documentários ligados à cultura popular,filmados em digital. Serão exibidos não só em cinemas, mas emsalas de associações e com versões em DVD, acompanhadas dostextos originais em livro.Trata-se dos Diários Sacher, uma seleção de diáriospessoais de italianos, depositados nos Arquivos dos DiáriosNacionais, com as memórias dos principais momentos da históriaitaliana.Moretti apresentou no Festival de Locarno os quatroprimeiros documentários. O primeiro deles é Zapaterra, ahistória da camponesa Margherita Ianelli, mãe de seis filhos eanalfabeta até os 50 anos, quando ingressou na escola e concluiuos cursos primário, secundário e colegial. Margherita vivia naregião de Marzabotto, massacrada pelos nazistas. Depois de tercontado sua infância de bóia-fria e a participação naresistência, Margheritta publicou aos 80 anos suas memórias,editadas em três livros.Foi o cineasta paulistano Cesar Meneghetti quem filmouZapaterra com sua mulher Elisabetta Pandimiglio. Formado emcinema pela Faculdades Armando Álvares Penteado (Faap), CésarMeneghetti completou seus estudos em Londres e na Cinecità, emRoma, no Centro Experimental de Cinematografia, onde estudaramGustavo Dahl e Sarraceni e foram diretores Rosselini e os irmãosTaviani.Seu primeiro curta-metragem, Sem Terra, também comElisabetta Pandimiglio, é a história de um imigrante italianoque nasce no navio, no caminho para o Brasil. Foi premiado noFestival dos Festivais de Curitiba e participou do Vídeo Brasil,em São Paulo.César Meneghetti virá ao Brasil em setembro para fazer ocurta-digital Cachorro Louco, escolhido num concurso pelaPetrobras, no qual contará a vida dos motoboys de São Paulo.

Agencia Estado,

05 de agosto de 2002 | 16h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.