"Cidade de Deus" também quer vaga no Oscar

O cinema brasileiro poderá ter dois filmes disputando o Oscar do próximo ano - enquanto Carandiru, de Hector Babenco, foi escolhido anteontem para representar o Brasil como candidato para a indicação de melhor filme estrangeiro, Cidade de Deus, de Fernando Meirelles e Kátia Lund, vai reestrear nos Estados Unidos até o fim do ano em busca de quatro indicações.O longa de Meirelles representou o País na premiação deste ano, mas não foi escolhido entre os finalistas - a vaga latina ficou com o mexicano O Crime do Padre Amaro. Inconformada com a não-indicação, a Miramax, responsável pela distribuição internacional, decidiu reestruturar a estratégia e, apesar de ter exibido o filme em janeiro nos Estados Unidos, montar um relançamento. "O objetivo deles é conseguir pelo menos quatro indicações", comenta Meirelles, lembrando as categorias: melhor filme, diretor, fotografia e roteiro adaptado. O prêmio será entregue no dia 29 de fevereiro.A distribuidora busca amenizar o impacto da violência do filme que, acredita, teria afastado os votos dos membros da academia. O lançamento do longa em vídeo foi vetado em todos os outros países para que seja possível o seu relançamento em circuito de cinema após as indicações. A única exceção é o Brasil, onde Cidade de Deus chega às locadoras no fim do próximo mês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.