Cicciolina concorre a prefeita

A ex-atriz pornô Ilona Staller, mais conhecida como Cicciolina, voltou à cena política da Itália como candidata a prefeita de Monza, no norte do país. Cicciolina, de 51 anos e ex-mulher do artista plástico americano Jeff Koons (representado na 25.ª Bienal de São Paulo), já tem em seu currículo a experiência política de deputada no Parlamento italiano, eleita em 1987 pelo Partido Radical. Sua imagem de campanha, com um seio descoberto e um urso de pelúcia sob o braço, correu o mundo na época.Cicciolina tentou também, mas sem sucesso, ser deputada no Parlamento da Hungria, seu país de orgiem, nas eleições do último dia 7. Durante a campanha, ela negou ter sido agente dos serviços secretos do antigo regime comunista húngaro, como afirmou a imprensa do país há dois anos. Mas confirmou que passava às autoridades informações ouvidas de clientes estrangeiros a quem recebia como prostituta em hotéis de Budapeste.As eleições em Monza, cidade conhecida por abrigar uma das etapas do circuito mundial de Fórmula 1, acontecerão no dia 26 de maio. Cicciolina disse ter escolhido Monza para sua candidatura a prefeita por causa de "seus laços históricos com a Hungria". Acrescentou que pretende voltar a concorrer a deputada. Em 1992, ela já havia tentado retornar ao Parlamento, quando formou com outra atriz pornô, Moana Pozzi, o Partido do Amor, que só obteve 1% dos votos totais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.