Divulgação
Divulgação

Christopher Nolan apresenta prólogo do novo 'Batman'

Este é o terceiro e último filme da saga sob sua direção

EFE,

09 de dezembro de 2011 | 15h42

LOS ANGELES - O cineasta britânico Christopher Nolan apresentou nesta quinta-feira em Los Angeles o prólogo de sete minutos de The Dark Knight Rises (O Cavaleiro das Trevas Renasce), o terceiro e último filme da saga Batman sob sua direção.

O encontro com cerca de 100 jornalistas aconteceu em uma sala dos estúdios Universal e começou com uma pequena apresentação de Nolan, que reconheceu ter iniciado recentemente a edição do filme, que estreará em julho.

O prólogo começou com um discurso do comissário Jim Gordon (Gary Oldman) no funeral do promotor Harvey Dent (Aaron Eckhart), antes de a ação se transferir para um avião em pleno voo, momento no qual aparece o novo vilão da franquia: Bane, interpretado por Tom Hardy.

Hardy, que aparece com a máscara já exibida nas fotos promocionais do filme, dá um registro ameaçador a seu personagem. No prólogo, Bane consegue escapar de uma situação comprometedora abandonando o avião em pleno voo de forma espetacular.

O prólogo chega ao fim com uma mistura de imagens onde aparecem Batman (Christian Bale), Mulher-Gato (Anne Hathaway) - vestida com seu famoso traje de couro - e o próprio Bane, incluindo uma imagem em que o vilão leva a máscara do Homem-Morcego.

"Tanto o Coringa como o Batman são personagens muito extremos e nossa intenção foi mostrá-los dessa forma no segundo filme. Para esta, buscamos um inimigo que explorasse os limites físicos de Batman. Assim chegamos a Bane, que é um personagem genial", explicou Nolan.

The Dark Knight Rises estreia nos cinemas americanos em 20 de julho de 2012, e conta ainda com as participações de Michael Caine, Morgan Freeman, Joseph Gordon-Levitt, Marion Cotillard e Juno Temple, entre outros.

O primeiro filme do Homem-Morcego sob a direção de Nolan (Batman Begins) estreou em 2005 e arrecadou quase US$ 400 milhões em todo o mundo.

A sequência (O Cavaleiro das Trevas), lançada em julho de 2008, conseguiu mais de US$ 1 bilhão nos cinemas e se transformou no terceiro filme com maior arrecadação da história, atrás apenas de Titanic e Avatar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.