Chineses vêem filme de James Bond pela 1.ª vez em 45 anos

Após 45 anos de existência e 21 filmes, o agente secreto James Bond pela primeira vez foi aprovado pela censura e será visto nos cinemas chineses, numa das estréias maispromissoras do ano no país.Os astros de "Cassino Royale", o britânico Daniel Craig (38 anos) e a francesa Eva Green (26), estarão presentes na estréia do filme na capital chinesa, nesta segunda-feira, e em Xangai, na terça-feira.Além de Green e Craig, estarão presentes o diretor, MartinCampbell, e os produtores Michael G. Wilson e Barbara Broccoli."Cassino Royale" passou pela censura chinesa, que limita o número de filmes estrangeiros nos cinemas do país a 20 por ano."As autoridades viram o filme durante uma semana e não pediram nenhum corte", declarou neste sábado Li Chow, diretora geral da Columbia Pictures (filial de Sony) na China.A nova aventura do agente 007 superou os US$ 565 milhões debilheteria no mundo todo desde sua estréia, em 14 de novembro, superando o recorde na série Bond, que era de "Um novo dia para morrer" (2002), com Pierce Brosnan, que arrecadou US$ 432 milhões com seus vilões norte-coreanos."Dissemos aos censores que era um novo Bond, que estávamoslançando novamente a série e que desta vez estávamos brigando contra um inimigo comum, o terrorismo. Por isso, passar pela censura foi mais fácil", acrescentou Chow.O filme bate um recorde em número de cópias de distribuição de um filme estrangeiro na China, com 470.As previsões da distribuidora chinesa são de uma bilheteria de 100 milhões de iuanes (US$ 11,5 milhões d dólares). O recorde no país é de "Titanic", com 300 milhões de iuanes.Cópias piratas de "Cassino Royale" em russo estão disponíveis na China desde dezembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.