China libera 'À Procura da Felicidade' e suspende veto aos EUA

Além do filme estrelado por Will Smith, outras duas produções estrangeiras serão exibidas nos cinemas chineses

Efe,

07 de dezembro de 2019 | 11h33

Apesar da moratória informal contra o cinema dos Estados Unidos que vinha prejudicando as relações entre americanos e chineses, o filme À Procura da Felicidade, com Will Smith, estreará na China no dia 17 de janeiro, informaram hoje à Efe fontes governamentais.   "A produção estreará dia 17 de janeiro em todos os cinemas da China com projeção digital", declarou à Efe uma porta-voz da China Film Group Corp., única empresa autorizada a importar filmes estrangeiros no país.   "Os trâmites para a importação do filme já estão prontos. O título em mandarim será Xingfu qiao men (A felicidade bate à porta)", confirmou a diretoria de importação do grupo.   Fontes do setor ressaltaram que, com a aprovação do filme, o Governo chinês derruba os boatos sobre uma suposta moratória informal sobre Hollywood.   A Motion Pictures Association of America (MPAA), que representa as principais produtoras de Hollywood, criticou na semana passada o veto. Os cinemas chineses não previam nenhum filme americano para os próximos meses.   Além de À Procura da Felicidade, outros dois filmes estrangeiros serão exibidos nos cinemas chineses a partir de janeiro: o espanhol Salir Pitando, de Álvaro Fernández Armero, e a animação japonesa Doraemon.   Há anos a China só permite 20 filmes estrangeiros por ano, em sua maioria de Hollywood, em seus 3 mil melhores cinemas, de um total de 13 mil em todo o país. O Governo aplica de forma arbitrária moratórias como a atual para proteger a bilheteria nacional ou como represália comercial.   No primeiro semestre do ano os filmes estrangeiros arrecadaram uma bilheteria de US$ 100 milhões, contra US$ 40 milhões dos chineses.

Tudo o que sabemos sobre:
Will SmithChinaEstados UnidosCinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.