China censura Missão Impossível, rodado no país

A superprodução Missão Impossível 3, filmada na China e protagonizada por Tom Cruise, não será aprovada pelas autoridades chinesas devido a seu conteúdo "inadequado" sobre a cidade de Xangai, informaram hoje diversos jornais chineses."A aprovação do filme foi adiada sem previsão", disseram funcionários da administração de Xangai ao jornal Xinmin Evening News. Segundo as fontes, os censores não gostaram da imagem da metrópole chinesa mostrada no filme."Adiada sem previsão" foi a mesma resposta dada pela censura chinesa, há seis meses, para a estréia do filme Memórias de uma Gueixa, que acabou não estreando no país."Missão Impossível 3 inclui muitas imagens negativas de Xangai e o conteúdo é ridículo. É bem provável que este filme não faça sucesso com o público chinês", publicou o jornal Beijing Times,Não foi possível localizar a porta-voz da Administração de Rádio, Cinema e Televisão (SARFT, sigla em inglês) por telefone, conforme a EFE comprovou.A China Film Group, única instituição autorizada a importar filmes estrangeiros para o cinema chinês, disse ontem que a SARFT ainda não deu aprovação para a distribuição do filme.Restrição chinesaAs autoridades chinesas restringem a 20 o número de filmes estrangeiros que podem ser exibidos a cada ano no cinema, com o objetivo de favorecer sua indústria nacional. Segundo elas, "já foram aprovados, em junho, filmes estrangeiros suficientes; por isso, a estréia (de Missão Impossível 3) não será no próximo mês".Em meados do ano passado, quando o filme - dirigido por Jeffrey J. Adams - era filmado na China, o ator Tom Cruise chamou a atenção dos meios de comunicação locais e, inclusive, concedeu uma entrevista coletiva em Xangai."Mas uma boa parte da audiência que já viu o filme o considera ´ridículo´", diz o Beijing Times.Os últimos quarenta minutos da fita foram filmados em Xangai e na localidade vizinha de Xitang.Imagem negativa de Xangai As autoridades não gostaram da imagem de Xangai mostrada no filme, "nas quais era possível ver por todos os lugares varais de bambu com roupas estendidas". Elas também não gostaram que as máfias estrangeiras apareçam convivendo na metrópole, principal eixo das finanças chinesas.A China Film ainda não deu uma resposta clara sobre a aprovação do filme. "Até agora, não recebemos a autorização da SARFT", afirmou a distribuidora.Segundo fontes do setor, "se for levado em conta o calendário, é muito provável que o filme não seja aprovado, porque estreou no mundo todo em maio. "Na China, isso não acontecerá nem em junho", disseram as fontes. Nestas circunstâncias, as cópias digitais piratas chegarão "em grande quantidade às ruas antes que Missão Impossível 3 seja aprovado". E mais: "Além disso, o conteúdo é tão ridículo que a estréia não será possível", concluiu a fonte da China Film.No início deste ano, a SARFT já havia cancelado a estréia de Memórias de uma Gueixa por causa de seu conteúdo, que ofendeu o Governo devido à tensão política entre a China e o Japão.No entanto, O Código Da Vinci, que encontrou obstáculos no mundo todo devido a seu conteúdo religioso, estreará em Pequim na quarta-feira, dois dias antes de sua estréia mundial, dado o caráter laico do país asiático.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.