Celular vira astro de filme com Kim Basinger

O celular deixa de ser apenas uma solução dramatúrgica e torna-se o centro mesmo da trama. A historinha Celular - Um Grito de Socorro é a do seqüestro de uma dona de casa, Jessica (Kim Basinger). Ela é levada pela quadrilha e presa numa casa isolada, enquanto os bandidos irão atrás do filho dela e do seu marido, por motivos que ela desconhece e o espectador só vai descobrir lá pelo final da coisa. Para cortar qualquer comunicação possível, um dos brutamontes destrói a bordoadas o único telefone disponível da casa. Mas não trabalha direito e Jessica consegue juntar as peças e fazer uma ligação. Uma única ligação - que cai no celular de um rapaz desmiolado, recentemente abandonado pela namorada. No restante do tempo, o moço é controlado a distância pela mulher seqüestrada, que o ensina como ir em busca do filho na escola, ou do marido em determinado bar. E assim, o filme segue a rotina das perseguições de carros, vidros quebrados, tiros e situações improváveis. Rotina e mais rotina.

Agencia Estado,

11 de novembro de 2004 | 20h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.