"Celeste e a Estrela" vence festival lantino-americano

Celeste e Estrela, comédia de Betse de Paula venceu pelo voto popular o Cinesul 2003 - Festival de Cinema e Vídeo Latino-Americano, que ocorreu no Rio, de 12 a 22 de junho, e em São Paulo, de 24 até ontem. O filme é uma história de amor ambientada no cinema. Celeste é uma jovem iniciante que quer fazer seu primeiro longa-metragem e Estrela é um burocrata apaixonado por ela que vira produtor para realizar seus sonhos. No elenco, Dira Paes, Fábio Nassar e Ana Paula Arósio.A diretora Betse de Paula estreou no longa-metragem com O Casamento de Louise, em 2001. Além do Troféu Mercosul, ela ganhou ainda, como parte do prêmio, uma cópia nova da LaboCine e mais R$ 50 mil em serviços da Casablanca. Na categoria vídeo, o festival elegeu Afroargentinos, dirigido pelos argentinos Jorge Fortes e Diego Ceballos. O vídeo mostra que os descendentes de africanos na Argentina são vítimas do preconceito racial em sua forma mais simples: negando sua existência. O Cinesul tem como objetivo divulgar e difundir produções cinematográficas latino-americanas no Brasil. Em 2003, participaram das mostras competitivas nove longas-metragens e 67 vídeos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.