REUTERS/Danny Moloshok/File Photo
REUTERS/Danny Moloshok/File Photo

Célebre editor da 'Vanity Fair' anuncia aposentadoria

Famoso não apenas por sua influência no mundo do entretenimento, como também por sua disputa de longa data com Trump, Graydon Carter vai se aposentar

AFP

07 de setembro de 2017 | 16h59

O célebre Graydon Carter, que dirigiu com sucesso a revista americana Vanity Fair durante 25 anos e é conhecido por sua longa disputa com Donald Trump, anunciou nesta quinta-feira, 7, sua aposentadoria em uma entrevista ao jornal New York Times.

Famoso não apenas por suas festas e sua influência em Nova York, Hollywood, Washington e no mundo do entretenimento, como também por sua disputa de longa data com Trump, Carter conseguiu que a revista contasse com fotos fantásticas de celebridades e notícias que garantiam rentabilidade.

No último capítulo da rixa entre Trump e Carter, um tuíte do presidente americano em dezembro passado fez com que a Vanity Fair batesse um recorde de assinaturas em 24 horas.

"Em queda, grandes problemas, morto! Graydon Carter, sem talento, será despedido", tuitou Trump em referência ao diretor da revista.

O então presidente eleito estava aborrecido com uma crítica ruim da revista sobre o restaurante Trump Grill, situado na Trump Tower de Manhattan.

O artigo intitulado "O Trump Grill talvez seja o pior restaurante dos Estados Unidos" fazia vários paralelos entre a mediocridade da comida do estabelecimento e o presidente eleito.

Carter descreveu Trump no passado como "um homem vulgar".

"Quero ir embora enquanto a revista está por cima", disse Carter, de 68 anos, ao Times. "Quero ir estando totalmente em forma, tanto no âmbito digital como no impresso. E queria ter um terceiro ato, e pensei que o tempo é precioso", explicou o elegante veterano de longos cabelos brancos.

Segundo o Times, entre os candidatos que poderão subsitituí-lo figuram Adam Moss, da New York Magazine, e Janice Min, do The Hollywood Reporter.

O grupo Condé Nast, ao qual pertence a Vanity Fair, inclui outras publicações de prestígio como The New Yorker, GQ, Vogue, Glamour e Wired.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.