Cazaquistão concorre pela primeira vez ao Oscar

Pela primeira vez o Cazaquistão está concorrendo para uma indicação ao Oscar. Uma autêntica produção do país, nascida sob as cinzas da União Soviética, está competindo pelo prêmio de Melhor Filme Estrangeiro. Nomad, dirigido por Sergei Bodrov e Ivan Passer e interpretado por Jason Scott Lee e Mark Dacascos, foi apresentado neste domingo em Los Angeles como produção selecionada pelo Cazaquistão para concorrer ao maior prêmio do cinema mundial. Diferentemente de Borat, documentário interpretado pelo ator britânico Sacha Baron Cohen que bateu recordes nas bilheterias norte-americanas no mês passado e que usa o Cazaquistão como ponto de partida para uma sátira, em especial da sociedade norte-americana, Nomad retoma algumas histórias que fazem parte da épica Cazaque.O filme também concorre ao Globo de Ouro por Melhor Trilha Sonora. As músicas, do compositor italiano Carlo Siliotto, foram gravadas em estúdios da Ásia e da Europa e utilizam instrumentos tradicionais do país, como kobiz, dombra e sahanay.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.