Catherine Deneuve vai presidir júri do Festival de Veneza

A célebre atriz francesa Catherine Deneuve vai presidir o júri internacional do 63.º Festival de Cinema de Veneza, que ocorrerá de 30 de agosto a 9 de setembro, e responsável pela entrega do clássico Leão de Ouro. A decisão da Bienal de Veneza, presidida por Davide Croff e organizadora do Festival de Cinema, foi influência direta do diretor da mostra, Marco Muller. Símbolo do cinema francês, entre as intérpretes mais admiradas no mundo por cineastas e pelo público, Catherine Deneuve, de 62 anos, foi lançada como musa pelo cinema de autor europeu, obtendo seu primeiro sucesso mundial exatamente em Veneza, em 1967, no papel de Severine na obra-prima de Luis Buñuel A Bela da Tarde, premiado com o Leão de Ouro. Depois, voltou diversas vezes como protagonista ao Lido, a partir do célebre Tristana (1970) também de Buñuel, e em 1998 obteve a Coppa Volpi de melhor atriz pelo filme Place Vendôme de Nicole Garcia. Nos últimos anos foi protagonista de filmes importantes que estiveram presentes na competição em Veneza, como O vento da Noite (1999) de Philippe Garrel, e Um Filme Falado (2003) do português Manoel de Oliveira, além de Reis e Rainha (2004) de Arnauld Desplechin. "Estamos orgulhosos que seja uma personalidade como Catherine Deneuve a presidir o Júri de Veneza. O seu mágico carisma e o seu conhecimento como protagonista do grande cinema, saberão imprimir serenidade e equilíbrio ao trabalho e à escolha dos jurados", declararam Croff e Muller.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.