Chris Pizzello/AP
Chris Pizzello/AP

Casa e objetos de Debbie Reynolds e Carrie Fisher serão leiloados

Mais de 1.500 lotes, entre os quais o lenço usado por Reynolds em 'Dançando na Chuva', serão leiloados em setembro

Jill Serjeant, Reuters

03 de junho de 2017 | 15h22

LOS ANGELES - A casa de Beverly Hills onde Debbie Reynolds e sua filha e estrela da franquia Star Wars, Carrie Fisher, moraram juntas está à venda, assim como centenas de seus objetos pessoais e memorabilia de Hollywood, informaram responsáveis pelo leilão nesta quinta-feira.

A venda ocorre seis meses depois de Fisher, de 60 anos, morrer de um ataque cardíaco. Reynolds, estrela do musical Cantando na Chuva, morreu um dia depois, aos 84 anos.

A propriedade de 1928, que tem piscina, quadra de tênis e uma casa de hóspedes onde Fisher morou durante muitos anos, está avaliada em 18 milhões de dólares e será vendida separadamente.     

A casa sinuosa apareceu no documentário Bright Lights, da HBO, que trata da relação tempestuosa das duas atrizes e que foi exibido em janeiro.     

Entre seus pertences, que serão leiloados em Los Angeles ao longo de vários dias a partir de 23 de setembro, está um boneco da Princesa Leia de 1978 ainda na embalagem original, a cadeira que ela usou no set de filmagem de O Retorno de Jedi e o lenço de chiffon lavanda que sua mãe usou em Cantando na Chuva, disse a casa de leilões Profiles in History em um comunicado.    

"Minha mãe e irmã eram colecionadoras magníficas, elas reuniram uma coleção incrível e diversificada durante suas vidas", disse o filho de Reynolds, Todd Fisher, no comunicado.    

"Então, de acordo com os desejos de minha mãe, decidimos compartilhar parte de sua coleção magnífica com todos seus amigos e fãs".     

Mais de 1.500 lotes serão leiloados no que se espera ser uma venda que irá durar vários dias, comunicou a Profiles in History.     

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.