Capote estréia com Philip Hoffman em seu melhor papel

Capote estréia nesta sexta-feira nos cinemas com a cotação de ser um ótimo filme. Concorre ao Oscar em cinco das principais categorias do prêmio: melhor filme, diretor, ator, roteiro adaptado e atriz coadjuvante.O troféu de melhor ator parece que não vai escapar das mãos de Philip Seymour Hoffman. Ele foi escolhido para o papel pelo diretor Bennett Miller e pelo roteirista Dan Futterman. Ambos são amigos de infância. E essa parece ser a grande produção dos dois, que vêm de uma carreira de pouco glamour hollywoodiano. Bennett é um conhecido diretor de comerciais de TV. Futterman é roteirista e ator de séries de TV. Dan Futterman costuma dizer que na história do jornalista e escritor Truman Capote havia semelhanças com um livrinho bombástico e muito famoso no mundo dos jornalistas: O Jornalista e o Assassino, uma das obras de Janet Malcolm. A autora, que nasceu em Praga em 1934 mas tornou-se uma jornalista do staf da importante revista The New Yorker, em Nova York, parte da premissa de que "todo jornalista sabe que o que ele faz é moralmente indefensável". Ali Futterman encontrou o que queria. E também na biografia Capote, de Gerald Clarke, que a editora Globo está relançando.O filme faz uma intrincada remissão ao universo dos livros. Capote volta ao período em que o jornalista decidiu escrever o hoje clássico A Sangue Frio, e aprofundar a história da morte de parte de uma família, pai, mãe e um casal de filhos jovens, no Estado do Kansas, nos anos 50. Eles foram brutalmente assassinados por dois homens que saíram sem roubar nada, o que tornava o crime ainda mais misterioso. Capote mudou-se para a pequena cidade norte-americana abalada com o ocorrido e entrevistou incansavelmente todos as pessoas ligadas tanto às vítimas quanto aos criminosos. Especialmente os criminosos. A relação de intimidade que ele criou com um deles foi o que o roteirista Dan Futterman e o diretor Benntt Miller decidiram explorar."Passei meses tentando imitar sua maneira de falar"Quem encarna Capote é o ator norte-americano de 38 anos, Philip Seymour Hoffman, muito conhecido por papéis secundários em filmes importantes, como O Talentoso Ripley (1999), Boogie Nights - Prazer sem Limites (1997), Quase famosos (2000) e Magnólia (1999). O próximo será Missão Impossível, estrelado por Tom Cruise e dirigido por Jeffrey Jacob Abrams, criador da série Lost. Para retratar Capote, Hoffman se baseou na descrição do fotógrafo das celebridades Richard Avedon, que conviveu com o escritor enquanto ele fazia as pesquisas para compor A Sangue Frio. "Avedon me contou como Capote era intrigante e manipulador nosseus melhores anos", declara o ator. A maior dificuldade nas filmagens foi reproduzir a voz esganiçada de Capote. "Passei meses tentando imitar a sua maneira de falar", admitiu o ator, que também mudou sua aparência física. Hoffman, que também é produtor do filme, foi premiado como melhor ator pelas principais associações da crítica, dentre eles o Globo de Ouro e o prêmio do Sindicato de Atores. Disputará Oscar 2006 com Terrence Howard, por Ritmo de um Sonho, Heath Ledger, por O Segredo de Brokeback Mountain, Joaquin Phoenix, por Johnny e June e David Strathairn, por Boa Noite, e Boa Sorte. (com EFE)Serviço - Capote (Can-USA/2005, 110 min.). Drama. Dir. Bennett Miller. 14 anos. Em grande circuito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.