Caparaó é o melhor brasileiro no É Tudo Verdade

Belo filme de resgate histórico, Caparaó, de Flávio Frederico foi o grande vencedor da competição brasileira no 11º Festival Internacionalde Documentários É Tudo Verdade, que terminou na noite deste sábado no CineSesc.Por meio de depoimentos e imagens de arquivos o diretor revive um episódio pouco conhecido da história da ditadura no País.Nos anos 1960, ex-marinheiros criaram um grupo guerrilheiro na Serra de Caparaó, na divisa de Minas com o Espírito Santo, um pouco para mostrarque nem tudo estava calmo no Brasil e também para plantar a semente de uma grande reação ao autoritarismo.Sem criar heróis, mas fazendo com que esses homens hoje maduros, se debrucem sobre o idealismo de sua juventude, o talentoso cineasta que assinou a ficção Urbania, confirma a extensão de seu talento e dá ao documentário de resgate no País um de seus mais fortes títulos recentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.