Cão labrador que estrela "Tayang Yu" é aplaudido em Veneza

Pedro, o belo labrador da cor bege que estrela o filme malaio "Tayang Yu" (Rain Dogs), recebeu muitos aplausos no 63.º Festival de Cinema de Veneza. O cão, eleito o mascote da mostra, vestia seu "traje de cerimônia", um colete branco e um grande laço preto, e pouco antes havia desfilado com o elenco do filme sob um sol escaldante, para os fotógrafos e o público. A produção do diretor Ho Yuhang, apresentada na seção Orizzonti do festival, trata do momento de passagem para a vida adulta de uma jovem de 19 anos, que deixa seu país e a mãe para ir encontrar o irmão mais velho em Kuala Lumpur, na Malásia. A trama envolve uma espécie de viagem de iniciação à descoberta da vida, dos seus momentos difíceis e dos felizes, de um mundo onde a pureza se contrapõe à falsidade e à violência. No longa está presente também a questão do multilingüismo da Malásia, um aspecto evidenciado pelo próprio cineasta, um dos maiores intérpretes do cinema independente malaio. Ho Yuhang lembrou que a situação da língua em seu país é muito complexa. "Falamos muitas línguas", explicou ele. Assim, a Malásia vive uma realidade em que é difícil pensar em uma língua oficial; e Pete Teo, um dos protagonistas, disse que no cinema malaio faltava aquilo que ele definiu como "um esforço para sondar esta questão".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.