Cantor protesta contra frase ofensiva em "Shrek 2"

Um ogro verde está ameaçando a reputação de um cantor israelense. A versão dublada em hebraico para o desenho animado Shrek 2 passou perto de ser banida dos cinemas israelenses após usar o nome do cantor David D´Or como sinônimo para castração. D´Or enviou uma petição para a corte de Tel Aviv hoje para cortar da versão dublada do longa a frase "Let´s David D´Or him" (algo como "Vamos fazer dele um David D?Or"), quando um personagem sugere castrar o outro. O cantor, que representou Israel na competição de música Eurovision, tem uma voz bastante aguda. O juiz não proibiu a exibição do filme, depois que o distribuidor disse que a versão dublada já estava sendo usada nos cinemas, mas prometeu tirar a frase com a referência a D?Or. "Este filme vai me imortalizar como um eunuco e me fazer objeto de gozação", disse D?Or ao diário Yediot Ahronot antes da decisão do juiz. "Conseguimos o que queríamos", disse, mais tarde, Yigal Doron, advogado do cantor. Os advogados do caso não souberam dizer o que será usado no lugar da frase ofensiva.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.