Campos do Jordão anuncia festival de cinema

Mais uma festa cinematográfica vem aí. Já tem nome (Festival de Cinema de Campos do Jordão), data (6 a 11 de outubro) e filme inaugural (Floradas na Serra, clássico da Vera Cruz feito há 50 anos e ambientado na cidade, com Cacilda Becker e Jardel Filho). Seria mais um, entre os 75 festivais e mostras espalhados pelo País, se na sua retaguarda não estivessem produtores interessados em dar visibilidade cultural ao rico interior paulista.Desde que a Vanguarda TV, de José Bonifácio de Oliveira, o Boni, entrou em operação, a ordem é movimentar os 46 municípios do interior paulista que a compõem. Colocá-los no mapa cultural do País. Campos do Jordão, vizinha de Taubaté (uma das geradoras da Vanguarda TV), é, potencialmente, a grande vitrine do interior paulista. Cidade de características especiais, ganhou fama e prestígio com o Festival de Inverno, dedicado à música erudita. Agora pretende tornar-se, na primavera, um dos principais focos de badalação audiovisual do Brasil. E, isto, no momento em que o ministro da Cultura, Gilberto Gil, festeja crescimento (de janeiro a julho) de 236% nas bilheterias dos filmes brasileiros. Em grande parte graças ao sucesso de Carandiru (4,6 milhões de ingressos), que bateu O Senhor dos Anéis no ranking de mais vistos de 2003.Antônio Almeida, o Toninho, ex-Kodak, vai dirigir o Festival de Campos do Jordão. Com ele, em funções executivas, estarão Alfredo Bertini, que produz o Festival do Recife, e Esdras Rubin, responsável por várias edições do Festival de Gramado. Toninho e Bertini anunciam mostra competitiva com seis longas-metragens e 12 curtas (em 35 mm) e várias oficinas cinematográficas. Os filmes serão exibidos no Auditório Cláudio Santoro (palco do Festival de Inverno). Os melhores, escolhidos por júri oficial, receberão o Troféu Serelepe, que homenageia figura-símbolo da cidade (um esquilo). Os organizadores do 1.º Festival de Campos do Jordão lembram que "o evento reforçará o perfil turístico-cultural da cidade e colaborará com os governantes que desejam levar a produção cinematográfica brasileira ao interior do País".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.