Bush é a figura 'mais fria e menos poderosa' em Hollywood

Lista das 50 figuras 'menos interessantes' da temporada inclui ainda Angelina Jolie e Nicole Kidman

Associated Press,

07 de novembro de 2014 | 18h57

Ele não é um astro de cinema, mas o presidente George W. Bush foi declarado a pessoa mais "frígida" de Hollywood. A revista online Film Threat pôs Bush no topo de sua lista dos "50 Frígidos", as pessoas" menos poderosas, menos inspiradas e menos interessantes de Hollywood". A lista é compilada para contrastar com as relações dos mais poderosos da indústria, usualmente feitas pelas revistas de fofocas e celebridades.    Os editores da Film Threat lembram que Bush foi alvo de piadas em filmes como Tranformers e atacado em documentários como Sicko e No End in Sight.   "Com todo o respeito devido a Hollywood", escreveram, "o poderoso W é uma celebridade cinematográfica tão grande quanto qualquer tirano despótico".   Em segundo lugar, uma figura que é presença obrigatória nas listas dos mais importantes, mais sexy, mais influentes: Angelina Jolie.   "Viajando pelo Terceiro Mundo com um pequeno exército de estilistas e assessores de imprensa, a ex-Lara Croft parece uma mistura profana de Madre Teresa com Paris Hilton: olhe dos pobres, mas pegue meu melhor ângulo". A revista especula que mais pessoas a viram no Camboja e na Namíbia que em seu filme mais recente, O Preço da Coragem.   Entre os "50 Frígidos" estão ainda Nicole Kidman e Hillary Swank, pelas más escolhas de papel que, na avaliação da revista, fizeram recentemente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.