Divulgação
Divulgação

Brasileiros são premiados no festival francês de Biarritz

Os longas 5 x Favela - Agora Por Nós Mesmos, de Cacá Diegues, e Sonhos Roubados, de Sandra Werneck foram premiados neste sábado, 2, no 19º festival francês de Biarritz. O primeiro ganhou o prêmio do público enquanto o segundo ficou com o prêmio de interpretação feminina, entregue a Nanda Costa, Amanda Diniz e Kika Farias.

Limão/Estadão,

02 de outubro de 2010 | 17h13

A melhor curta-metragem também é de uma brasileira. Janaína Marques Ribeiro produziu Los Minutos, las Horas pela escola de cinema San Antonio de los Baños, de Cuba. Já o melhor documentário é Diário de Uma Busca, de Flávia Castro, brasileira que retratou na tela a vida e a morte de um militante de esquerda no Brasil da década de 1960.

Mas o principal prêmio do evento ficou com uma produção mexicana: Revolución. O filme levou o Prêmio El Abrazo ao contar de forma crítica a revolução de 1910. Dez cineastas participaram deste projeto, são eles: Carlos Reygadas, Amat Escalante, Gael García Bernal, Diego Luna, Mariana Chenillo, Patricia Riggen, Fernando Eimbcke, Rodrigo García, Gerardo Naranjo e Rodrigo Plá. Revolución também ficou com o prêmio da crítica francesa.

O prêmio do Júri foi entregue ao boliviano Zona sur, dirigido por Juan Carlos Valdivia. O argentino Osmar Nuñez foi escolhido o Melhor Ator, pela interpretação em La Miranda Invisibre, de Diego Lerman.

Tudo o que sabemos sobre:
Biarritzcinemafestival

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.