Divulgação
Divulgação

Brasileiro é finalista na categoria de curta de animação no Oscar

Leo Matsuda dirigiu o curta 'Trabalho Interno', produzido pela Disney

O Estado de S.Paulo

23 de novembro de 2016 | 21h12

O brasileiro Leo Matsuda está entre os dez finalistas do Oscar de melhor curta-metragem de animação, com Trabalho Interno, (Inner Workings), produzido pela Disney. O curta acompanhará o longa Moana nos cinemas, com estreia no Brasil prevista para 5 de janeiro de 2017.

Dos dez finalistas, cinco serão selecionados para receber uma indicação ao Oscar. A lista final só será anunciada em 24 de janeiro. Os vencedores da estatueta dourada em todas as categorias serão conhecidos no dia 26 de fevereiro.

Veja a lista de finalistas:

Blind Vaysha, de Theodore Ushev (National Film Board of Canada)

Borrowed Time, de Andrew Coats e Lou Hamou-Lhadj (Quorum Films)

Happy End, de Jan Saska (Film and TV School of the Academy of Performing Arts in Prague)

The Head Vanishes, de Franck Dion (Papy3D Productions, National Film Board of Canada e ARTE France Cinema Department)

Once upon a Line, de Alicja Jasina (University of Southern California)

Pear Cider and Cigarettes, de Robert Valley (Massive Swerve Studios and Passion Pictures Animation)

Pearl, de Patrick Osborne (Google Spotlight Stories/Evil Eye Pictures)

Piper: Descobrindo o Mundo, de Alan Barillaro (Pixar Animation Studios)

Sous Tes Doigts (Under Your Fingers), de Marie-Christine Courtès (Vivement Lundi! and Novanima)

Trabalho Interno, de Leo Matsuda (Walt Disney Animation Studios)

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.