Brasileiro atropelado por Keanu Reeves pede indenização

Paparazzo Alison Silva afirma ter sofrido uma perda financeira devido ao tempo que ficou no hospital

ANSA,

07 de novembro de 2006 | 12h21

Um paparazzo brasileiro atropelado em março pelo ator Keanu Reeves, que trafegava em baixa velocidade, pediu a reparação dos danos com juros, segundo revelou uma fonte da justiça de Los Angeles.   Alison Silva, fotojornalista, afirma que se feriu no acidente e sofreu uma perda financeira devido ao período que ficou em recuperação no hospital. Por este motivo, entrou com um processo civil contra Reeves, pedindo o ressarcimento de uma quantia não revelada.   O atropelamento aconteceu em 19 de março deste ano, quando a estrela de Matrix (1999), de 43 anos, dirigia seu Porsche 911 pela estrada de Rancho Palos Verdes, um elegante bairro costeiro a sudoeste de Los Angeles. Na época, as autoridades confirmaram que o fotógrafo fora levemente ferido e se recuperava em um hospital.

Tudo o que sabemos sobre:
Keanu Reevespaparazzo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.