Pedro J. Marquez
Pedro J. Marquez

Brasil vence em duas categorias do Prêmio Platino 2022

Os filmes 'A Última Floresta' e '7 Prisioneiros' foram agraciados com os prêmios de Melhor Documentário e Melhor Montagem, respectivamente

Redação, com AFP

02 de maio de 2022 | 09h50

A cerimônia de entrega dos Prêmios Platino del Cine Iberoamericano, que aconteceu em Madri neste domingo, 1º, premiou duas obras brasileiras. O filme A Última Floresta, de Luiz Bolognesi, ganhou o prêmio de Melhor Documentário. O filme mostra vivências e tradições do povo yanomami e suas lutas pela sobrevivência. Já o longa 7 Prisioneiros, de Alexandre Morato, levou na categoria Melhor Montagem. O longa trata de um grupo de trabalhadores que se veem enganados por uma proposta de emprego e são escravizados. Ambos estão disponíveis na Netflix.    

O longa O Bom Patrão levou para casa o maior prêmio da festa, o de Melhor Filme. Também foi premiado nas categorias Melhor Diretor e Melhor Roteiro, para Fernando Leon de Aranoa, além de garantir a estatueta de Melhor Ator para o espanhol Javier Bardem.

"O cinema artisticamente ambicioso é possível, feito não com o público de costas, mas em cumplicidade com ele e que sabe como mover as pessoas", disse León de Aranoa na cerimônia. Depois de Segunda-Feira ao Sol (2002) e Escobar - A Traição (2017), esta foi a terceira colaboração do diretor com Javier Bardem. O Bom Patrão já tinha vencido seis prêmios Goya em fevereiro, incluindo o Melhor Filme do Ano.

Quem também teve uma boa noite foi Madres Paralelas, a mais recente colaboração de Pedro Almodóvar com sua musa Penélope Cruz, que ganhou três prêmios: Melhor Atriz Coadjuvante para Aitana Sánchez-Gijón, além de música original e direção de arte.

Um terceiro filme que havia chegado à cerimônia de premiação como favorito, Maixabel, de Icíar Bollaín, terminou com apenas um prêmio, Melhor Atriz, que foi para a espanhola Blanca Portillo, por seu retrato da viúva de uma vítima do grupo separatista basco ETA.

A série Vosso Reino, disponível na Netflix, foi outra das grandes vencedoras depois de ganhar os prêmios de Melhor Minissérie de Ficção ou Telessérie Cinematográfica, Melhor Criador de Série para a dupla Marcelo Piñeyro e Claudia Piñeiro e Melhor Ator em uma Minissérie ou Telessérie Cinematográfica para Joaquín Furriel.

Claudia Piñeiro e Marcelo Piñeyro, roteiristas desta série de TV sobre um candidato à vice-presidência que tem que substituir um candidato presidencial assassinado durante a campanha, receberam o prêmio de melhor produção televisiva. Vosso Reino terá uma segunda temporada que está sendo filmada atualmente.

Durante a festa, a renomada atriz espanhola Carmen Maura, de filmes como Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos, Ay, Carmela!: Elegia de uma Guerra Civil e A Comunidade, foi agraciada com o Prêmio de Honra por sua carreira. "Quero compartilhá-lo com todos os atores e atrizes com quem trabalhei em todos os países (na América Latina) que me acolheram, me mimaram, me fizeram sentir muito amada", disse Maura, que foi aplaudida de pé pela plateia.

Como no ano passado, a cerimônia foi realizada presencialmente, em uma Espanha que desde o final de março implementou uma estratégia para tratar a covid-19 como uma doença endêmica, comparável à gripe, graças à alta taxa de vacinação de sua população. Em 2020, os prêmios foram anunciados no YouTube do México devido à pandemia.

O Prêmio Platino é promovido pela Entidad de Gestión de Derechos de los Productores Audiovisuales (EGEDA) da Espanha, pela Federación Iberoamericana de Productores Cinematográficos y Audiovisuales (FIPCA) e pelas Academias e Institutos Ibero-Americanos de Cinema. Desde sua estrria em 2014 no Panamá, este evento tem sido realizado anualmente e alternativamente na Espanha e na América Latina.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.