Brasil indica "Abril Despedaçado" para o Oscar

O cineasta Walter Salles volta a representar o Brasil na corrida ao Oscar de melhor filme estrangeiro. Depois da indicação em 1999 por Central do Brasil, que acabou derrotado pelo hit A Vida É Bela, de Roberto Benigni, Salles é novamente escolhido o representante nacional para concorrer a uma das cinco indicações ao prêmio com seu novo Abril Despedaçado, que em agosto disputou - e perdeu - o Leão de Ouro do Festival de Veneza.Estrelado por Rodrigo Santoro, Abril Despedaçado é inspirado em romance do albanês Ismail Kadaré. Repassa a tradição das lutas entre famílias rivais por meio da história de um rapaz que vinga a morte de seu irmão, selando com isto seu próprio destino - sabe sua vítima que terá também sua morte vingada.A Miramax decidiu em setembro apostar na história de Salles. O poderoso estúdio comprou os direitos para distribuir o filme no mercado mundial por US$ 4 milhões. O poder de fogo da Miramax pode ter sido um fator decisivo para a comissão montada pelo Ministério da Cultura. O filme disputou a indicação nacional com outros nove títulos, entre eles Bicho de Sete Cabeças, de Laís Bodansky, Lavoura Arcaica, de Luiz Fernando Carvalho, e O Xangô de Baker Street, de Miguel Faria Jr.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.