Brad Pitt fala sobre sua separação de Jennifer Aniston

Brad Pitt diz que as razões de sua separação de Jennifer Aniston são complexas. O ator disse que ainda se sente orgulhoso de seu relacionamento com a atriz, quatro meses após a separação.Em uma entrevista concedida à revista GQ, que sairá à venda na quinta-feira, Pitt manifesta sua nostalgia e felicidade por seu casamento de quatro anos e meio com que interpretou a Rachel no seriado de TV Friends, que pediu formalmente o divórcio em março."Houve beleza quando nos conhecemos, houve beleza quando estivemos juntos e há uma beleza nisto, para nós", disse Pitt. "Estou verdadeiramente orgulhoso de nós... Fizemos tudo à nossa maneira e gosto dela por isso. Temos mantido o amor que sentimos por cada um de nós".Sobre as notícias de que ele queria filhos, mas Jennifer não os queria, Pitt disse: "Isso foi uma versão", mas totalmente infundada. Referindo-se ao suposto romance com Angelina Jolie, sua parceira no filme Mr. and Mrs. Smith, Pitt não negou de maneira explícita, mas disse que não tem dado importância a ele."Jen e eu temos permanecido bastante insensíveis em relação a isso, Não temos visto nada sobre isso, Assim, podemos levar esta nova realidade com o amor que ainda sentimos um pelo outro. Digam o que quiserem, nós não estamos julgando minha atitude".Pitt descreveu as razões da separação como "complexas e multifactadas", e "não um motivo apenas". O ator, de 41 anos, disse que tem mais interesse em fazer coisas que não sejam apenas filmes: "Verdadeiramente, estou interessado em outras coisas agora, como uma família".Apesar disso, Pitt sustenta que não está preparado para voltar a se casar e iniciar uma família, acrescentou: "Não estou preocupado, porque isso vai acontecer. Farei com que aconteça. Uma pessoa tem que fazer com que aconteça aquilo que deseja".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.