Reprodução YouTube
Reprodução YouTube

Bolsonaro indica pastor Tutuca e Veronica Brendler, ligada ao cinema cristão, para a Ancine

O Senado vai avaliar a indicação de Edilásio Barra e Veronica Brendler; se nomes forem aprovados, eles serão diretores da Ancine

Maria Fernanda Rodrigues, O Estado de S. Paulo

21 de fevereiro de 2020 | 08h47

Em um despacho da presidência da República publicado nesta sexta, 21, no Diário Oficial da União, Jair Bolsonaro pede o encaminhamento ao Senado Federal, para apreciação, como de praxe, de dois nomes para integrarem a diretoria da Agência Nacional do Cinema (Ancine) - dois nomes ligados à igreja evangélica: Edilásio Barra e Veronica Brendler.

Conhecido também como pastor Tutuca, Edilásio Barra, que é colunista social e apresentou por muitos anos o programa VIP, está na Ancine desde outubro de 2019, quando foi nomeado para o cargo de superintendente de Desenvolvimento Econômico, órgão responsável pelo Fundo Setorial do Audiovisual, que, em 2018, investiu cerca de R$ 800 milhões no mercado brasileiro e é o principal instrumento de fomento direto do audiovisual no País. No início do mês, ele foi indicado para o cargo de diretor substituto da Diretoria Colegiada da Ancine.

Com o encaminhamento de seu nome agora ao Senado, ele será sabatinado e, se passar no teste, será efetivamente um dos quatro diretores da Ancine.

O mesmo vai acontecer com Veronica Brendler.

Ela não ocupava nenhum cargo na Ancine, nem mesmo comissionado, mas seu nome já era cotado para a função. Veronica, que se apresenta como cineasta e gestora cultural, e é adepta e usuária de leis de incentivo à cultura, é diretora do Festival Internacional de Cinema Cristão

Em seu currículo, ela diz que fez teatro, produção cultural para Fiesp, que trabalhou durante quatro anos no Programa Jô Soares Onze e Meia e em 7 novelas da Globo, Record e SBT, que promove workshops culturais e que já teve aprovados mais de 80 projetos culturais em leis de incentivo, por meio de sua produtora Agenda Cultural Brasil - e que dá palestras sobre isso. É roteirista de O Reencontro do Amor.

Segundo a apresentação do filme, ele conta a história de uma mulher que é surpreendida pelo pedido de divórcio do marido, que tem uma amante. Ela então começa a escrever um diário num processo de resgate da fé. Essa sua busca por Deus acaba promovendo o reencontro do casal.

A Diretoria Colegiada da Ancine é composta por quatro nomes, incluindo o presidente do órgão - no momento, e ocupando o cargo interinamente, está Alex Braga. Além de Braga e Edilásio, que tinha o cargo de diretor substituto, estão na Ancine, também com esse cargo provisório, Vinicius Clay Araújo Gomes e Luana Rufino.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.