Divulgação
Divulgação

Bill Pullman revela paixão pelas frutas em documentário

'Os Caçadores de Frutas' abre o festival Filmambiente, no Rio

Luiz Carlos Merten, O Estado de S. Paulo

29 Agosto 2013 | 19h09

Bill Pullman não se esquece de sua passagem pelo Rio. “É um povo hospitaleiro, mas o que me encantou foi que, no set de Rio Sex Comedy (de Jonathan Nossiter), comentei sobre frutas exóticas que apreciava e uma assistente deu um jeito de encontrá-las. Um belo dia, recebo aquela cesta, e é uma delícia atrás da outra.” Bill Pullman conversa com o repórter pelo telefone. Você sabe quem é. O galã de Sandra Bullock em Enquanto Você Dormia, o presidente dos EUA que redimia a humanidade no desfecho de Independence Day, de Roland Emmerich.

A história que Pullman conta parece sob medida para sustentar sua participação no documentário de Yung Chang que abre nesta sexta (30), no Rio, o Filmambiente, Festival Internacional de Audiovisual Ambiental. Chama-se justamente The Fruit Hunters, Os Caçadores de Frutas, e faz uma volta ao mundo atrás de frutas exóticas. Pullman, no próprio papel, é o host que introduzindo os caçadores peculiares, em lugares tão diversos quanto as selvas de Bornéu ou os montes da Umbria, na Itália. É o 3.º Filmambiente e contempla o tema Do DDT e Hormônios à Segurança Alimentar. Até dia 5, na próxima quinta-feira, o evento vai apresentar 68 filmes distribuídos em cinco mostras. A sede será o Espaço Itaú Botafogo e a programação terá 12 documentários e 21 curtas de diversos gêneros (documentários, ficções e animações).

Uma das obras mais atraentes da programação é o novo longa de Gus van Sant, Terra Prometida, escrito e interpretado por Matt Damon. Terra Prometida fará o encerramento, dia 5, de uma mostra chamada Será mesmo ficção?, mas não o encerramento do Filmambiente, no mesmo dia, com Os Meninos de Kinshasa. Ao exibir filmes que tratam da questão ambiental planetária, o evento visa provocar debates e também contribuir para o conhecimento e a conscientização sobre mudanças comportamentais consideradas imprescindíveis – de governos, empresas e indivíduos – para o futuro da Terra.

Em conversa com o repórter, Bill Pullman conta que plantou sua primeira árvore aos 13 anos. “Queria colher as minhas maçãs, mas confesso que pesou bastante o fato de o catálogo das sementes mostrar uma linda garota à sombra da árvore. Aquilo deu mais sabor ao meu desejo”, e ele ri. Nos últimos 20 anos, o ator plantou árvores frutíferas em sítios da Califórnia. “No princípio, plantávamos, meus irmãos e eu, apenas frutas, digamos, convencionais, conhecidas na América, mas, quando você começa a pesquisar e trocar informações com outros plantadores, a coisa tende a ficar mais complexa. Você quer aclimatar frutos raros de outras culturas, colher as próprias lichias e guacas.”

A iniciativa vingou e Pullman terminou criando com a mulher o Hollywood Orchard, o Pomar de Hollywood, que já faz parte das atrações da ‘cidade dos astros e estrelas’. E foi justamente por causa do ‘orchard’ e da projeção que alcançou que o diretor Chang chegou ao ator. “Ele estava planejando fazer um filme sugerido pelo livro de Adam Leith Gollner, Fruit Hunters – A Story of Nature.” Como diz Pullman – “Um pomar é o que há de mais próximo do Paraíso e as duas palavras são idênticas em persa.” O ator acrescenta – “Interesso-me pelas frutas como amador. Não ousaria plantar legumes porque acho que seriam mais complicados, mas é fundamental, para o nosso futuro, que tenhamos uma agricultura mais orgânica, saudável.” Sobre o filme, Pullman é definitivo – “É uma aventura ecológica, mas tão fantástica quanto a dos melhores blockbusters. É apaixonante ver Isabella Dalla Ragione investigar pinturas e documentos do Renascimento em busca de pistas para redescobrir frutos perdidos”.

 

Pérolas da seleção

Queremos seu Dinheiro, sobre a luta de Bob Geldof e Bono Vox contra a pobreza na África

Vertente: Uma nova Ética da Água para um novo Mundo, produzido e narrado por Robert Redford

Cabeça de Touro, indicado para o Oscar de melhor filme estrangeiro de 2012

A Vida Engarrafada: O Negócio da Nestlé, em que o jornalista suíço Res Gehringer denuncia o comercio mundial de água engarrafada

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.