Bate-bola com o ator Marco Ricca

Ele foi ator, co-produtor e roteirista do filme Crime Delicado, atualmente em cartaz. Nascido em São Paulo, o ator Marco Ricca tem, no currículo, participação nas novelas da Globo Bang Bang, O Beijo do Vampiro, Brava Gente, Pecado Capital, Por Amor e Renascer, entre outras. No cinema, atuou em O Coronel e o Lobisomem, O Casamento de Romeu e Julieta, O Invasor, Até Que a Vida nos Separe, e O Que É Isso, Companheiro?. Que filme você mais revê? Adoro rever os filmes da época da chanchada, com Oscarito e Grande Otelo. E que filme revisto ficou ainda melhor? Chuvas de Verão, de Cacá Diegues. Que filme revolucionou sua maneira de ver o mundo? Tudo Bem, de Arnaldo Jabor. Cite um filme que você acha que deve ser muito bom, mas que nunca viu. Madame Satã, de Karim Ainouz, com Lázaro Ramos. Cite um filme cuja continuação foi melhor do que a primeira versão. Prefiro sempre os originais. De que filme você mudaria o final? Por quê? Sempre tento compreender e aceitar o final que me apresentam. É como a morte: inexorável. Qual o filme dos últimos dez anos que mais o marcou? Se mais de um, quais? Vai aí um pequeno cabotinismo: O Invasor, de Beto Brant. Oscar ou Cannes? Nenhum dos dois, detesto festivais. Qual ator (ou atriz) o leva ao cinema, seja qual for o filme? O mestre José Dumont. Quais os piores clichês do cinema? E os clichês indispensáveis? Os beijos, são os melhores e os piores. Qual o primeiro filme que você viu no cinema? Um filme do Mazzaropi, não lembro exatamente qual. Que filme você gostaria de ter feito? Tantos... Bye Bye Brasil, de Cacá Diegues, por exemplo. Quem você gostaria que interpretasse você em um filme sobre a sua vida? Quem eu gostaria mesmo, infelizmente não está vivo, seria o palhaço Arrelia, mas talvez pudesse ser o meu amigo, grande ator, e genial palhaço Hugo Possolo. Qual o diretor de quem você gosta até em filmes ruins? O maravilhoso Julio Bressane. Que filme brasileiro merece o Oscar? Nenhum, nós merecemos coisa melhor. O melhor filme feito de um livro; e a pior adaptação de um livro? O melhor: Memórias do Cárcere, de Nelson Pereira dos Santos, da obra de Graciliano Ramos. Há um ator ou atriz que você acompanha, esteja ele num filme de um grande diretor ou num filme de "carregação"? Vou me repetir: José Dumont. Que filmes, em sua opinião, conseguem o milagre de somar reflexão e entretenimento? O filme que independentemente de sua temática, e de seu acerto, está mais preocupado com o que quer dizer, do que com quantos bilhetes vai vender. Você gosta de programas arriscados: um filme trash, um filme bizarro, um melodrama descabelado? Não são programas arriscados, sempre é um prazer ir ao cinema.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.