Reprodução
Reprodução

'Bambi' e 'O Silêncio dos Inocentes' se tornam filmes protegidos

Longas serão preservados como patrimônios culturais

REUTERS

28 de dezembro de 2011 | 18h33

O Registro Nacional de Filmes dos Estados Unidos anunciou na quarta-feira 25 filmes a serem preservados como patrimônios culturais, entre os quais Bambi e O Silêncio dos Inocentes (1991).

A lista inclui também Forrest Gump, com Tom Hanks na pele de um protagonista que permeia os principais fatos do século 20, e Os Corruptos, filme noir dirigido por Fritz Lang, que examina a vida doméstica numa cidade fictícia na década de 1950.

A lista contempla longas-metragens, documentários e animações produzidos entre 1912 e 1994. Eles foram escolhidos entre 2.228 filmes indicados pelo público. Agora, o total de filmes protegidos pelo Registro Nacional de Filmes, ligado à Biblioteca do Congresso, chega a 575.

"Esses filmes foram selecionados devido ao seu duradouro significado para a cultura norte-americana", disse o bibliotecário-chefe James Billington em nota.

Outros filmes a serem protegidos incluem: Faces (1968), de John Cassavetes, I, an Actress (1977), de George Kuchar; The Cry of the Children, A Cure for Pokeritis (ambos de 1912"), e O Garoto (1921), primeiro longa de Charles Chaplin.

Foram incluídos também O Preço do Desafio (1988), de Ramón Menéndez, representando uma safra de filmes latinos na década de 1980, e Hester Street (1975), abordando a vida dos judeus nos EUA.

Outros escolhidos: Farrapo Humano (1945), de Billy Wilder, O Cavalo de Ferro (1924), de John Ford, e Norma Rae (1979).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.