'Avatar' pode ter 2ª maior bilheteria de todos os tempos

Filme de James Cameron já faturou mais de US$ bilhão em todo o mundo em menos de duas semanas

Reuters

05 de janeiro de 2010 | 12h50

Cena de Avatar. Foto: Divulgação

 

LOS ANGELES - Dentro de uma semana, James Cameron deve poder gabar-se de ter criado os dois filmes de maior bilheteria da história do cinema.

A façanha espantosa de Cameron, sua produtora Lightstorm Entertainment e Avatar - que já rendeu mais de US$ 1 bilhão nas bilheterias mundiais - foi precedida pelo sucesso estrondoso do diretor em 1997 com Titanic, que teve a maior bilheteria de todos os tempos.

 

Veja também:

video Trailer de "Avatar"

Depois de formar parceria com a Paramount para o lançamento de Titanic, a Fox está cuidando da distribuição mundial de Avatar.

Como Titanic, Avatar está vendendo muito mais no resto do mundo que nos EUA e Canadá, onde apenas agora se prepara para ingressar no ranking dos Top 10 das bilheterias históricas.

"Não interessa nossa performance interna", disse Jon Landau, sócio produtor de Cameron na Lighstorm. "O negócio do cinema virou um negócio internacional. Quando você lança um filme, precisa pensar em como será seu desempenho internacional."

Enquanto isso, até mesmo executivos de estúdios rivais parecem estar entusiasmados com a performance estarrecedora do blockbuster em 3D da Fox, que mistura ação ao vivo e tecnologia de "motion capture", e Landau diz que sabe porque.

"É porque isso demonstra o potencial da indústria do cinema", explicou. "Prova que as pessoas querem ir ao cinema."

A ascensão potencial de Avatar para a posição de medalha de prata entre as bilheterias mundiais de todos os tempos levará o filme, que estreou em 18 de dezembro, a superar dois outros que ainda estão à sua frente no ranking.

Após encerrar o fim de semana com mais de 1 bilhão de dólares de bilheteria, nos próximos dias Avatar vai superar Piratas do Caribe 2: O Baú da Morte, de 2006 (US$ 1,07 bilhão) e O Senhor dos Anéis - O Retorno do Rei, de 2003 (US$ 1,12 bilhão).

Por outro lado, poucos analistas sugerem que Avatar tenha qualquer chance de superar Titanic, que vendeu US$ 1,84 bilhão em ingressos durante os meses nos quais ficou em cartaz nos cinemas mundiais.

Mas a qualquer dia Avatar já deve tomar o lugar de Star Wars: Episódio 3 - A Vingança dos Sith (US$ 380,3 milhões) como décimo filme de maior bilheteria nos EUA e Canadá. Até o domingo, o filme de James Cameron já tinha acumulado US$ 352,1 milhões na América do Norte.

O épico de 2 horas e meia de duração já rendeu incríveis US$ 676,9 milhões no resto do mundo. Os filmes de ação tendem a fazer sucesso mundial, mas a bilheteria internacional espantosa de Avatar também reflete as oportunidades crescentes dos lançamentos de cinema em todo o mundo.

"Existem mercados internacionais que apenas agora estão emergindo com força", disse Landau. "É o caso da Rússia, por exemplo, que hoje tem mais cinemas do que tinha há dez meses. 'Avatar' poderá beneficiar-se disso. O público tem sede de filmes que antes não tinha a oportunidade de ver. Muitas pessoas não tinham cinemas em suas cidades, dez anos atrás."

Tudo o que sabemos sobre:
filmecinemaAvatarbilheteriarecorde

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.