AFP
AFP

Autoridades investigam Harrison Ford por incidente com avião nos EUA

Segundo as gravações de controle aéreo, ator perguntou se era para aquele avião de passageiros estar 'debaixo' de seu pequeno monomotor

EFE

15 Fevereiro 2017 | 18h47

A Administração Federal de Aviação (FAA) dos Estados Unidos está investigando Harrison Ford por um incidente ocorrido na segunda-feira, 13, na Califórnia quando o ator supostamente aterrissou seu monomotor em uma pista errada passando por cima de um avião de passageiros com esta manobra.

Segundo informou nesta terça-feira, 14, a emissora NBC, Ford devia dirigir seu pequeno avião Husky à pista de aterrissagem 20-L do aeroporto John Wayne do condado de Orange na Califórnia.

No entanto, o ator aterrissou de maneira errônea em uma pista de rodagem sobrevoando, deste modo, um avião Boeing 737 da American Airlines com 116 pessoas a bordo.

Poucos minutos depois do incidente, o avião da American Airlines decolou sem problemas rumo à cidade de Dallas.

Segundo as gravações de controle aéreo, Ford perguntou se era para que aquele avião de passageiros estivesse "debaixo" de seu pequeno monomotor.

Aterrissar em uma pista de rodagem, uma via destinada a conectar as diferentes partes de um aeroporto, é uma violação das regras de segurança da FAA, razão pela qual o órgão abriu uma investigação sobre o incidente.

A FAA garantiu ainda à emissora "NBC" que os controladores repassaram as instruções adequadas a Ford.

A estrela das sagas "Indiana Jones" e "Star Wars", de 74 anos, é um experiente piloto e conhecido amante da aviação que no passado sofreu outros incidentes derivados de sua paixão.

Em 2015 caiu com seu pequeno avião em um campo de golfe próximo ao aeroporto de Santa Monica (Califórnia) e precisou ser hospitalizado por fraturas no tornozelo e na pélvis.

Além disso, um pequeno avião que pilotava no verão de 2000 também caiu em Lincoln (Nebraska), mas o ator não sofreu ferimentos.

Em outubro de 1999, Ford sofreu outro pequeno incidente enquanto realizava manobras de emergência com um helicóptero na Califórnia.

 

Mais conteúdo sobre:
Acidente Aéreo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.