Autópsia confirma violência contra Marie Trintignant

Um exame de autópsia preliminar revelou que a atriz francesa Marie Trintignant, que morreu na sexta-feira após ter passado cinco dias em coma, morreu em conseqüência de repetidos golpes na cabeça. O anúncio foi feito ontem por uma autoridade judicial.Filha de Jean-Louis Trintignant, a atriz tinha 41 anos e recebeu "múltiplos e violentos golpes, em várias partes da cabeça", causando traumatismo craniano. A autópsia definitiva do corpo deve sair nos próximos dias.O principal suspeito da agressão é o namorado da atriz, Bertrand Cantat, líder do grupo de rock Noir Désir. O cantor está preso e pode ser extraditado para a França em breve, onde pode ser condenado a 15 anos de prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.