Aura de 'Tubarão' permanece no vinhedo que foi set de filmagens

Depois de 35 anos, as pessoas ainda não se cansaram de assistir ou discutir "Tubarão", clássico filme de Steven Spielberg.

LAUREN KEI, REUTERS

07 Julho 2010 | 16h15

O filme de suspense sobre o tubarão continua competitivo na lista de sucessos de Hollywood, tendo arrecadado 470 milhões de dólares nas bilheterais mundiais. A sinistra música tema do filme, de John Williams, é conhecida por crianças e adultos de todas as idades, mesmo por aqueles que não assistiram ao filme.

A agitação é ainda mais forte no set original de filmagens de "Tubarão" --as praias e vilarejos no Martha's Vineyard, em Massachusetts. O local foi usado para representar a ilha fictícia de Amity no filme de 1975, baseado no livro de sucesso de Peter Benchley.

No vinhedo, é quase tão fácil encontrar um morador que foi um figurante no filme como comprar uma casquinha de sorvete.

A maioria dos figurantes era criança na época em que o filme foi gravado, e pagou 5 dólares por dia para nadar no oceano, brincar na praia, e mais importante, sair da água correndo e gritando quando o Tubarão --mais conhecido pelos integrantes do filme como Bruce, um tubarão mecânico-- se aproximasse.

"Ele transformou completamente os filmes assustadores", disse Tina Miller, moradora de longa data do Vineyard, que apareceu no filme junto com seu pai e irmão.

Tom Smith, hoje um policial no bairro de Edgartown, era um aluno de terceira série quando apareceu na versão original de "Tubarão"; estava no ginásio quando foi escolhido para o elenco da sequência do filme, e faltou uma semana na faculdade para ajudar como segurança especial em "Tubarão - A Vingança", o quarto filme da série.

"As pessoas que participaram no filme têm orgulho disso", disse ele. "Faz parte da identidade daquelas pessoas."

(Reportagem de Lauren Keiper)

Mais conteúdo sobre:
FILMETUBARAOSET*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.