Jordan Strauss/Invision/AP, File
Jordan Strauss/Invision/AP, File

Auditores que causaram confusão no Oscar não participarão mais das cerimônias

Empresa PricewaterhouseCoopers tem parceria de 83 anos com a Academia de Hollywood

Reuters

01 Março 2017 | 19h01

LOS ANGELES - Os organizadores do Oscar disseram nesta quarta-feira, 1, que os dois auditores da PricewaterhouseCoopers por trás do erro no anúncio de melhor filme não vão trabalhar nas cerimônias novamente.

Um porta-voz da Academia de Cinema de Hollywood disse que Brian Cullinan e Martha Ruiz não vão mais tabular os resultados do Oscar e entregar os envelopes com os nomes dos vencedores.

Nenhuma decisão foi anunciada pela organização no que diz respeito à continuidade da parceria com a PwC, que faz os processos do Oscar há 83 anos.

A empresa havia mais cedo assumido toda a responsabilidade pela gafe.

Mais conteúdo sobre:
LOS ANGELESOscar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.