Atriz Eva Norvind, a Ava Taurel, morre afogada

A atriz e "dominatriz" norueguesa Eva Norvind, mais conhecida como Ava Taurel, morreu afogada nesta segunda-feira, aos 62 anos, no litoral do estado mexicano de Oaxaca, informou nesta segunda-feira sua filha, a atriz mexicana Nailea Norvind. "Minha mãe se afogou no mar, sozinha. Não tive a oportunidade de vê-la, nem de abraçá-la", disse.Nos Estados Unidos, Ava Taurel era reconhecida como uma das "dominatrices" mais célebres da cena sadomasoquista nova-iorquina, na qual se iniciou nos anos 80. Fundou uma empresa dedicada a explorar a dinâmica da troca de poder nas relações sexuais com objetivos terapêuticos e "construtivos". Ava treinou atrizes para fazerem boas cenas de sexo no cinema.Nasceu em Trondheim (Noruega) mas aos 15 anos foi para a França, onde ganhou um concurso de beleza em Cannes. Nos anos 60, estreou na tela num filme de Marcel Moussy, Saint Tropez BluesEm 1962, mudou-se para Nova York, onde foi "coelhinha" da revista Playboy. Em 1964, no México, foi descoberta por um empresário de TV e se tornou em um símbolo sexual do país, onde fez uma breve carreira cinematográfica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.