Efe
Efe

Atriz Daryl Hannah é detida em protesto contra oleoduto

Ela foi presa nesta quinta-feira, 4,  na cidade de Winnsboro, no Texas

05 Outubro 2012 | 16h15

A atriz Daryl Hanna, 51, foi presa nesta quinta-feira, 4, acusada de entrar de maneira ilegal em um gasoduto da companhia Keystone XL e de resistir à prisão. O protesto ocorreu na cidade de Winnsboro, no estado do Texas, EUA, a 130 Km de Dallas, segundo o agente de Hannah, Paul Bassis.

 

Hannah é uma habitual ativista ambiental e já foi presa no ano passado, em frente à Casa Branca, por um protesto contra o oleoduto.

 

O projeto Kaystone XL, da empresa TransCanada, transportaria mais de meio milhão de barris de petróleo por dia do Canadá à costa do Golfo de Texas. 

 

Na quinta-feira, Hannah se colocou diante de uma escavadeira que estava sendo usada para retirar árvores e arbustos para a construção do oleoduto, segundo Bassis. Também se uniu ao protesto a proprietária do terreno, Eleanor Farchild, 78, que sofreu expropriação de terras.

 

Um porta-voz da polícia disse que não havia policiais disponíveis para comentar o incidente .Não foi possível entrar em contato com nenhum representante da TransCanada, mas um comunicado da companhia afirma que o oleoduto será "seguro e confiável".

 

Hannah alcançou a fama por interpretar uma sereia no filme "Splash", de 1984, e também participou de Wall Street e Blade Runner.

 

As informações são da Agência Reuters

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.