Damian Dovarganes/ AP
Damian Dovarganes/ AP

Atores e ativistas, Jane Fonda e Joaquin Phoenix transferem para Hollywood luta pelo clima

'Aprendemos, protestamos, cantamos, compartilhamos e também fomos presos juntos', disse a atriz em frente à prefeitura de Los Angeles

Redação, EFE

08 de fevereiro de 2020 | 14h33

A atriz Jane Fonda, após vários meses de protestos em Washington em que foi presa, nesta sexta-feira, 7, mudou sua luta contra a crise climática para Los Angeles, onde foi acompanhada por Joaquin Phoenix, Brooklyn Decker e Rosanna Arquette, entre outras celebridades.

"Aprendemos, protestamos, cantamos, compartilhamos e também fomos presos juntos", disse a atriz em frente à prefeitura de Los Angeles, cercada por várias centenas de pessoas em uma manifestação organizada a apenas 48 horas antes da cerimônia do Oscar.

"Estou animada não apenas por estar em casa, na Califórnia, mas porque esta é a primeira linha da crise climática. Literalmente, o que acontece aqui pode impactar o resto dos EUA e do mundo", disse a atriz de 82 anos, sobre a decisão tomada por sua plataforma e pela organização Greenpeace de retirar as manifestações da capital americana.

Jane Fonda afirmou que precisamente na Califórnia, um estado que se diz independente seria a quinta maior economia do mundo, "a crise climática não é uma abstração", com efeitos cada vez mais notórios.

Celebridades como Kate Mara, Bonnie Wright, Paul Scheer, Rainn Wilson e Norman Lear, entre outras, também a acompanharam.

Em seu discurso, Fonda mencionou a ativista sueca Greta Thunberg: "Ela diz que devemos agir como se nossa casa estivesse pegando fogo porque está".

Ela também incentivou as pessoas a se juntarem a "milhões de estudantes e jovens que entendem esse desafio e nos inspiram".

Jane Fonda e Joaquin Phoenix participarão do Oscar no domingo, 9, mas antes dos preparativos para a cerimônia, os dois se juntaram à manifestação que partiu da prefeitura para os escritórios de uma das empresas petrolíferas da Califórnia, Maverick Natural Resources.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.