Ator Tony Curtis morre aos 85 anos nos EUA

Astro de filmes como 'Quanto mais Quente Melhor' morreu em casa, no Estado de Nevada.

BBC Brasil, BBC

30 de setembro de 2010 | 08h09

Tony Curtis teve uma carreira de 60 anos e fez mais de 120 filmes

O ator americano Tony Curtis morreu nos Estados Unidos aos 85 anos anos de idade.

De acordo com o porta-voz da família do ator, Curtis morreu em casa, no Estado americano de Nevada, cercado pela família. Curtis teria morrido na noite de quarta-feira segundo a agência de notícias AFP.

O nome verdadeiro de Curtis era Bernard Schwartz, nascido no dia 3 de junho de 1925. A carreira do ator se estendeu por seis décadas e ele fez mais de 120 filmes.

Tony Curtis se transformou em uma estrela de Hollywood e estrelou filmes como Quanto Mais Quente Melhor, em 1959, com Jack Lemmon e Marilyn Monroe, e, no mesmo ano, foi indicado ao Oscar, pelo longa Acorrentados, que estrelou ao lado de Sidney Poitier.

Além destes, Curtis participou de filmes como Spartacus, em 1960, Trapézio, em 1956 e o suspense, O Homem que Odiava as Mulheres, no mesmo ano.

Curtis foi casado seis vezes incluindo com a atriz Janet Leigh, com quem teve uma filha, a também atriz Jamie Lee Curtis.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.