REUTERS/Mario Anzuoni
REUTERS/Mario Anzuoni

Ator Dwayne Johnson diz que pode concorrer à presidência dos EUA se tiver apoio popular

Astro de 'Velozes e Furiosos' afirma que se animaria em disputar eleições, caso tivesse apoio dos norte-americanos

Reuters, O Estado de S.Paulo

13 de abril de 2021 | 08h16

O astro Dwayne Johnson, da franquia Velozes e Furiosos, afirmou nesta segunda-feira que poderia concorrer à presidência dos Estados Unidos se tivesse apoio suficiente dos norte-americanos.

Johnson, de 48 anos, um dos atores mais bem pagos e populares dos EUA, tem flertado com uma possível campanha à Casa Branca há vários anos. "Eu tenho esse objetivo de unir o país, e também acredito que se o povo quiser isso, então eu o farei", disse Johnson ao ser perguntado sobre suas ambições presidenciais em uma entrevista transmitida ao programa Today nesta segunda-feira, 12.

O ex-lutador profissional, conhecido pelo apelido "The Rock", não disse qual partido representaria ou quando iniciaria uma eventual campanha presidencial. 

Sua declaração ocorre após pesquisa de opinião online publicada na semana passada pela empresa de tendências do consumidor Piplsay, que apontou que cerca de 46% dos norte-americanos considerariam votar em Johnson. 

O ator disse que ficou honrado com a pesquisa. "Eu não acredito que nossos pais fundadores jamais tenham contemplado um cara de 1,93m, careca, tatuado, metade negro, metade samoano, bebedor de tequila, motorista de caminhonete e que usa pochete pudesse se juntar ao clube deles - mas se um dia acontecer, será minha honra servir a vocês, o povo", disse "The Rock" em um post no Instagram.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.