Ator de Harry Potter aparece nu em sua estréia nos palcos

O ator inglês Daniel Radcliffe, protagonista dos filmes baseados na saga Harry Potter, de J.K. Rowling, ficará completamente nu em sua estréia teatral, em Londres. O ator, de 17 anos, que ficou multimilionário graças ao sucesso dos filmes da série Harry Potter foi escolhido para atuar como um funcionário de estábulos na obra Equus, um drama controverso de Peter Shaffer sobre a relação erótica de um jovem com cavalos. Peter Thompson, porta-voz da produção, declarou que Radcliffe aparecerá em algumas cenas da obra totalmente nu. A estréia está programada para o início de 2007 no circuito teatral londrino de West End. Radcliffe fará Alan Strang, um jovem com problemas psicológicos que é entrevistado por um psiquiatra após cegar seis cavalos com uma ponta de metal. O papel exige que o ator simule prazer sexual quando monta em seu cavalo. A obra será um ponto de partida para Radcliffe no mundo teatral adulto, já que sua carreira foi dominada pelo jovem mago criado por J.K. Rowling. Radcliffe acaba de terminar as filmagens de December Boys, em que faz o papel de um órfão que espera ser adotado. E Richard Griffiths, que atua como tio de Harry Potter na saga cinematográfica, está em negociações para fazer o papel do psiquiatra na nova peça de teatro. Na semana passada, ambos gravaram algumas cenas do filme Harry Potter e a Ordem da Fênix, o quinto filme da série infantil. Equus criou polêmica quando estreou pela primeira vezO drama teatral de Shaffer causou polêmica quando em sua estréia no National Theatre de Londres, em 1973. Pouco depois, passou a ser apresentado na Broadway, em Nova York, onde foi protagonizado pelo britânico Anthony Hopkins. Além disso, Equus foi levado às telas de cinema em um filme protagonizado por Richard Burton em 1977. Shaffer baseou sua história em um incidente da vida real, em que um jovem deixou sete cavalos cegos. O drama inclui temas como o despertar sexual do adolescente, mitologia grega e religião, assim como as limitações e contradições da psicologia moderna. Essa obra foi alvo de mais uma grande polêmica recentemente no País de Gales depois que John Owen, um professor de teatro da escola de Ysdgol Gyfun Rhydfelen, em Pontypridd, foi acusado de abuso sexual depois de representar essa peça na instituição de ensino. Owen se suicidou um dia antes de comparecer aos tribunais. Após esse episódio, a Assembléia Nacional de Gales proibiu Equus nas escolas do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.