Ator David Carradine é encontrado morto em armário

Carradine, de 72 anos, foi encontrado no armário de um quarto de hotel, com uma corda no pescoço

BBC Brasil, BBC

04 de junho de 2009 | 11h30

O ator  David Carradine, de 72 anos, foi encontrado morto em um quarto de hotel em Bangcoc, Tailândia, segundo fontes da embaixada americana. O ator, que ficou famoso como o herói da série de televisão Kung Fu, estava na Tailândia rodando cenas do filme Stretch, da produtora francesa MK2, segundo seu agente Chuck Binder. As informações são da BBC e da Associated Press.

 

Carradine não apareceu para jantar com o resto da equipe de filmagem e não respondeu aos chamados quando foi procurado no dia seguinte pela manhã. Seu corpo foi encontrado pela arrumadeira, dentro do armário de seu luxuoso quarto no Swissotel Nai Lert Park Hotel. Estava nu e pendurado às cortinas, transformadas em corda, conforme informou a polícia tailandesa.

 

Segundo Binder a notícia de sua morte foi "chocante", disse. "Ele era cheio de vida, sempre queria trabalhar... uma grande pessoa", afirmou seu agente.

 

O norte-americano era integrante de uma família de atores e filho do também ator John Carradine, um dos preferidos do diretor John Ford.

 

David Carradine em foto recente e no papel que o celebrizou na série de TV 'Kung Fu'

 

 

David Carradine nasceu em 8 de dezembro de 1936 em Hollywood, na idade de ouro do cinema. Apareceu em mais de cem filmes, fez um pouco de teatro na Broadway no início da carreira e seu primeiro papel importante no cinema foi pelas mãos de Martin Scorsese em Sexy e Marginal de 1972. Atuou também em O Ovo da Serpente, de Ingmar Bergman, em 1977. O seriado que lhe deu fama mundial, Kung Fu,  ficou no ar de 1972 a 75, mas passou nas televisões de boa parte do mundo, onde ficou conhecido como o o monge Kwai Chang Caine de ascendência sino-americana, que cresce no tempo Shaolin da China e se transforma em um budista especialista na arte marcial do kung fu.

 

Mais recentemente, Carradine voltou à fama depois de participar do filme Kill Bill em 2003, e Kill Bill 2 em 2004, ambos dirigidos por Quentin Tarantino, com Uma Thurman no elenco. Recebeu uma indicação de melhor ator coadjuvante no Globo de Ouro, pela segunda parte da série.

 

 

 

 

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • Netflix divulga as 5 séries internacionais preferidas do público brasileiro
  • Projeta Brasil do Cinemark apresenta filmes brasileiros por apenas R$ 4
  • Glória Maria faz cirurgia para remover lesão cerebral e passa bem
  • ‘Sonic - O Filme’: Internautas aprovam ‘reforma’ do personagem; assista
  • Lollapalooza Brasil 2020: confira o line up por dia 

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.